Parte 3: A Covid 19 e os desafios de nossos defensores no front de batalha

07/04/2020 14:31

Neste Dia Mundial da Saúde (07/04), fica o alerta em defesa de nossos profissionais da área da saúde

Por Sucena Shkrada Resk*

A batalha contra a Covid-19 está resultando em muitas baixas no front, em todo o mundo. No município de São Paulo, o médico socorrista Paulo Fernando, 56 anos; o enfermeiro Idalgo, 45; o cardiologista Ricardo Antonio e o anestesiologista José Manoel, no Rio de Janeiro; e a técnica em enfermagem Adelita, 38, de Goiás são alguns dos profissionais da saúde que morreram recentemente. Um pesar sentido por seus familiares, colegas de trabalho e por nós, da sociedade, com uma mensagem de agradecimento. Neste cenário de crise, milhares destes profissionais também estão sendo afastados de suas funções porque seus testes deram positivo para a doença. Neste Dia Mundial da Saúde, uma atenção mais aprofundada sobre estes cidadãos e trabalhadores.

Na Itália, cerca de 90 médicos também sucumbiram à doença transmitida pelo novo coronavírus até esta segunda-feira.  Em Wuhan, na China, onde tudo começou no final de dezembro do ano passado, é importante frisar que o médico Li Wenliang, que foi um dos primeiros a notificar sobre o surgimento da doença – e não recebeu inicialmente o merecido crédito – também perdeu sua vida. Seus colegas, o oftalmologista Mei Zhongming e o médico Jiang Xueqing, morreram mais recentemente. Nos EUA, que se tornou o novo epicentro da Covid-19, devido ao número de casos, o cirurgião médico James Goodrich não resistiu à doença, e está entre as mais atuais baixas.

Cada uma destas perdas não pode ser esquecida, além de todos os profissionais aqui não mencionados, como todas as vítimas fatais no mundo, que já chegam a mais de 67,5 mil pessoas. Infelizmente não conseguimos homenagear merecidamente a todos que deram literalmente suas vidas pela recuperação de cidadãos e cidadãs em diferentes locais do planeta e àqueles que resistem bravamente todos os dias em seus plantões ou estão temporariamente afastados, em quarentena.

Mas o que é possível multiplicar, neste cenário de crise, são as reivindicações destes profissionais, que são um apelo por melhor infraestrutura para que possam atender com segurança. Globalmente, há um grande déficit de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), testes para a detecção da doença, como também de respiradores mecânicos para os casos mais graves. Os profissionais da linha de frente precisam de itens básicos, como sabão, álcool gel, de papel toalha, máscaras cirúrgicas, de proteção N95, óculos e aventais de proteção, entre outros. Os órgãos públicos e privados estão com dificuldade de conseguir cobrir a necessidade destes insumos com agilidade, pois esta demanda atinge a maior parte dos países.

Aqui no Brasil, a Associação Médica Brasileira (AMB) tem recebido centenas de denúncias sobre esta precariedade. No início do mês, já eram mais de 2,6 mil em todo o país. O Conselho Nacional e os regionais de Enfermagem também estão ouvindo os profissionais do segmento. Muitos têm recorrido ao próprio bolso para adquirir o material de segurança, enquanto estoques não são atualizados pelos gestores.

O problema, no entanto, é mais fundo, porque vivenciamos internacionalmente uma guerra comercial quanto ao suprimento destes itens, que coloca em profunda discussão valores éticos que estão sendo corrompidos pelo raciocínio de “quem paga mais, leva primeiro”. Ao mesmo tempo, está exigindo proatividade da área industrial para canalizar sua força produtiva para suprir esta falta de insumos. A maioria das automotivas do mundo começaram a se desdobrar neste esforço, como grandes empresas na área cosmética, de bebidas, da moda, de eletrodomésticos, entre outros setores da economia. Uma nova discussão surge: todos os países devem adquirir autossuficiência na fabricação e não podem ficar à mercê do monopólio de poucos, ou seja, das nações que detêm hegemonia no contexto do capitalismo.

No campo do empreendedorismo local, estamos vendo exemplos de costureiras que estão se desdobrando para produzir EPIs para hospitais. É realmente um esforço em “tempos de guerra”, uma guerra que exige de todos nós, novos paradigmas de desenvolvimento. É um raciocínio que se prolonga pós-Covid-19.

Nossos “soldados” do front, que vão desde as equipes de limpeza, segurança, assistência social aos profissionais da enfermagem e da área médica são nosso suporte real, que precisam ser assistidos em todas as suas necessidades. Desmerecê-los é um posicionamento fatal à toda humanidade. Além do estresse físico, sofrem o mental. Se cada um de nós tentar se colocar por uma vez em seus lugares, talvez, tenhamos a dimensão deste imenso hiato na área da saúde. Não por acaso, aqui no Brasil,  psicólogos também criaram na Rede de Apoio Psicológico, um serviço voluntário aos profissionais da linha de frente da Covid-19.

O distanciamento social orientado à população por infectologistas e autoridades se torna extremamente necessário, neste contexto, para que o sistema de saúde não entre em colapso. Para se ter uma ideia, hoje mais de 50% dos 12.500 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) nos hospitais no estado de São Paulo já estão lotados por pacientes da Covid-19 e com outras doenças. Municípios, estados e o governo federal estão correndo contra o tempo.

Se esta retaguarda não estiver minimamente “desafogada” e as pessoas entrarem no ritmo normal de circulação, um verdadeiro caos é previsto, como já se vê em locais como EUA, Itália, Espanha, Equador e Irã, como outros. Os hospitais de campanha que estão entrando em funcionamento em vários pontos visam atender principalmente baixa e média complexidade para que leitos possam ser liberados nas unidades hospitalares formais para casos mais graves.

*Sucena Shkrada Resk - jornalista, formada há 28 anos, pela PUC-SP, com especializações lato sensu em Meio Ambiente e Sociedade e em Política Internacional, pela FESPSP, e autora do Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk (https://www.cidadaosdomundo.webnode.com), desde 2007, voltado às áreas de cidadania, socioambientalismo e sustentabilidade.

Veja também no Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk:

30/03/2020 – Parte 2: a expiral do novo coronavírus expõe a janela de fragilidade aberta no Antropoceno
23/01/2020 – Saúde Ambiental: estado de alerta mundial para o coronavírus reflete um desequilíbrio ecossistêmico
 

Pesquisar no site

Blog

04/05/2019 12:49

Podcast 4: Saúde ambiental não existe sem prevenção - um alerta no Brasil

Por Sucena Shkrada Resk*   Neste quarto podcast do meu blog jornalístico Cidadãos do Mundo, falo com vocês a respeito da importância da prevenção na saúde ambiental. É uma questão que está sempre no nosso calcanhar, não é? Quer queira, quer não. E me faz lembrar deste trecho da música dos...
12/04/2019 13:41

Podcast 3 - Blog Cidadãos do Mundo - as facetas das desigualdades sociais no Brasil, por Sucena Shkrada Resk*

Olá, compartilho hoje com vocês o terceiro podcast do meu Blog jornalístico Cidadãos do Mundo. Estou trazendo para este espaço algumas reflexões sobre a questão da desigualdade social que historicamente tem afetado o Brasil, e que traduz aquela lacuna de desenvolvimento, que revela as facetas ainda...
02/04/2019 15:05

Podcast 2 - Blog Cidadãos do Mundo - Uma imersão no turismo de base comunitária, por Sucena Shkrada Resk

Olá, estou tratando no segundo podcast do meu Blog jornalístico Cidadãos do Mundo, da reflexão sobre o turismo de base comunitária e o etnoturismo, que saem da esfera convencional que conhecemos e trazem um ingrediente importante: a junção da proposta da conservação ambiental com a valorização...
27/03/2019 17:39

Primeiro podcast do Blog Cidadãos do Mundo traz reflexão sobre os efeitos do ciclone Idai na África

Olá, neste ano de 2019, eu, Sucena Shkrada Resk, estou ampliando o formato de linguagem do meu blog jornalístico Cidadãos do Mundo, com a introdução de podcasts periódicos, no qual faço comentários e reflexões sobre temas socioambientais, de sustentabilidade e cidadania, além dos artigos e...
25/03/2019 13:20

Podcast - Agricultura orgânica: grupo de mulheres revela o casamento da faceta da raiz cultural às sementes crioulas

Por Sucena Shkrada Resk  A entrevistada desta semana, do Blog Cidadãos do Mundo - jornalista Sucena Shkrada Resk, é a agricultora familiar pernambucana Vilma Martins (terceira à direita na foto), radicada em São Paulo, que integra a composição feminina do Grupo de Agricultores Urbanos...
20/02/2019 14:05

Tietê permanece adoecido na região metropolitana devido ao mau planejamento urbano

Por Sucena Shkrada Resk* A sensação de déjà-vu é contínua. Entra ano, sai ano, esta é a realidade perversa que vivemos diariamente nas regiões metropolitanas. De um lado, algumas nascentes que resistem, sabe-se lá até quando à pressão humana e, por outro, rios que são engolidos, em diversos...
08/02/2019 12:42

Rompimentos de barragens de rejeitos minerais revelam cenário de insegurança no país

Por Sucena Shkrada Resk* Ausência e/ou ineficiência nas precaução e prevenção, manutenção, em monitoramento e investimento em tecnologias mais seguras e em fiscalização contínua na destinação e tratamento de rejeitos minerais. Essa série de potenciais causas tem demonstrado um verdadeiro campo...
25/01/2019 14:43

Um olhar mais atento para os caminhos da habitação popular/social

Por Sucena Shkrada Resk* A população cresce ano a ano e o déficit habitacional segue a mesma trajetória no Brasil e é superior a 7,7 milhões de moradias necessárias para suprir essa demanda por imóvel próprio. Os dados são baseados em informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do...
21/01/2019 14:10

Narrativa de agricultora familiar nos leva à valorização ecossistêmica e humanística

Por Sucena Shkrada Resk* Ouvir a narrativa de agricultores familiares sempre é algo revigorante e que nos leva à ligação afetiva à terra, à água, à fauna e flora. Estimula nossa recepção sensorial e dá sentido à máxima de que quanto mais simples, mais estamos sintonizados com o equilíbrio...
16/01/2019 14:48

Os oceanos apelam todos os dias: #plásticosnão

Por Sucena Shkrada Resk* A imagem é desconcertante e dramática. Olhamos de um lado e de outro e os oceanos têm mais plásticos do que peixes. O ano é 2050. Cena de filme de ficção? Longe disso. Este é um prognóstico mais próximo do real descrito em estudo da fundação da navegadora Ellen MacArthur e...
14/01/2019 11:21

Temas “Refugiados” e “Migrantes”: não existe geopolítica baseada em visões unilaterais

Por Sucena Shkrada Resk* Em um mundo em que a maioria das pessoas e “nações” aspiram pela manutenção da democracia e da paz mundial, as relações diplomáticas internacionais exigem como alicerce o constante diálogo e o princípio de que as decisões sejam o mais consistentes e equilibradas para a...
10/01/2019 16:03

O Quênia e seus exemplos inspiradores: da resiliência ao socioambientalismo

Por Sucena Shkrada Resk * Sim. Exemplos inspiradores vêm do leste do continente africano e especialmente de países como o Quênia, e não se restringem a resultados na tradicional corrida de São Silvestre por aqui e chegam à esfera socioambiental, além do fato de Nairobi ser a cidade-sede do Programa...
09/01/2019 14:09

O Princípio da Precaução tão urgente e ao mesmo tempo, tão esquecido

Por Sucena Shkrada Resk* Memória, ah, essa memória histórica, que dá sentido e é importante para começos e recomeços. Nesse recuperar do tempo, o Princípio 15 – da Precaução (precautio-onis, em latim), instituído da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio 92), que...
29/11/2018 15:20

Conservação de Paranapiacaba e entorno frente a projetos de novos empreendimentos

Por Sucena Shkrada Resk* Empreendimentos que por sua natureza econômica causam passivos ambientais devem obrigatoriamente, por determinação legal, antes de serem licenciados, esclarecer da forma mais transparente possível todos os cenários possíveis do comprometimento relacionado à sua atuação, que...
28/11/2018 16:54

A miopia de gestão sobre as mitigações e adaptações às mudanças climáticas

Por Sucena Shkrada Resk* Às vésperas da Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre as Mudanças do Clima (COP 24), o Brasil desenha um quadro desestruturador das medidas quanto a mitigações e adaptações às mudanças climáticas. Diplomaticamente falando, a desistência da...
08/11/2018 15:43

Vivemos um hiato temporal brasileiro socioambiental

Por Sucena Shkrada Resk* A agenda socioambiental brasileira sofre, nas últimas décadas, de um anacronismo crescente, no qual o que muito do que está escrito nas legislações nacionais e, inclusive, em tratados internacionais ratificados pelo país, não se configura na prática da realidade diária....
08/10/2018 12:48

2018: a crônica ambiental dos 30 anos

Por Sucena Shkrada Resk  O ano de 2018 é simbólico por representar o aniversário de 30 anos de importantes acontecimentos na trajetória do ambientalismo brasileiro. Apesar de não ser totalmente infundado o velho ditado de que no Brasil temos memória curta, essas histórias ainda pulsam, pois...
26/08/2018 16:33

Refugiados: os diversos contextos das fronteiras humanitárias

Por Sucena Shkrada Resk* As relações humanas trafegam em linhas tênues que reúnem processos culturais centenários, questões socioeconômicas, religiosas e limites geográficos, que integram a geopolítica, que ora se fundem, e ora segregam. Historicamente é isto que vimos em diferentes partes do mundo...
14/08/2018 18:30

O mercúrio nas veias da Amazônia

Por Sucena Shkrada Resk* Quem dera que falar sobre “mercúrio” fosse um assunto somente de interesse da pauta astronômica? Voltando à realidade do planeta Terra, se trata dos impactos da contaminação pelo metal, altamente letal, um tema ainda subnotificado, que mexe em uma ferida aberta, em...
11/07/2018 18:00

Entrevista da semana - Defensor público fala sobre o desafio do combate ao uso de agrotóxicos em São Paulo e em todo o Brasil

Por Sucena Shkrada Resk O advogado Marcelo Carneiro Novaes, defensor público do Estado de São Paulo, que integra a coordenação do Fórum Paulista de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos e Transgênicos, que começou a se reunir em novembro 2016, é o entrevistado desta semana do Blog Cidadãos do Mundo...

© 2020 Todos os direitos reservados.

Blog Cidadãos do Mundo-jornalista Sucena Shkrada Resk