Parte 10 – Estudo aponta o risco associado da desintegração ecológica com a origem de mais doenças infecciosas como a Covid-19

29/05/2020 13:00

Por Sucena Shkrada Resk*

Surtos epidêmicos entre humanos, com início em doenças zoonóticas, se tornam mais prováveis

A The Wildlife Conservation Society lançou um documento, neste mês de maio, que alerta sobre o perigo que ronda a humanidade com a possibilidade de mais surtos epidêmicos e pandemias derivados de contágios primários provenientes de animais selvagens – as chamadas doenças zoonóticas -, onde existe o desequilíbrio ecossistêmico, que podem resultar posteriormente na transmissão de vírus entre humanos. A maioria das ameaças emergentes tem esta origem, como as associadas ao coronavírus. O que fica claro é que o problema não está nos “animais”, mas na ação descontrolada dos humanos na sua relação com o meio ambiente.

O estudo “Ligações entre integridade ecológica, emergentes doenças infecciosas originárias da vida selvagem e outros aspectos da saúde humana - uma visão geral da literatura” é assinado por um grupo de cientistas. São eles: Tom Evans, Sarah Olson, James Watson, Kim Gruetzmacher, Mathieu Pruvot, Stacy Jupiter, Stephanie Wang, Tom Clements and Katie Jung.

A pesquisa alerta que historicamente, são pelo menos mais de 335 surtos de doenças infecciosas emergentes (envolvendo 183 patógenos distintos) relatados mundialmente, entre 1940 e 2004 e a taxa de surtos tem aumentado significativamente, nos últimos anos.

Um dos fatores deste desequilíbrio é a existência do comércio destas espécies para consumo alimentar em determinadas sociedades, que facilita esta propagação. Há precedentes, como o vírus Severe Acute Respiratory Syndrome ou Síndrome Respiratória Aguda Grave, em português (SARS-Cov-1), que foi originado de morcegos, na China, entre os anos de 2002 e 2004, que chegou a matar cerca de 800 pessoas e impactar o turismo, alimentação e viagens na China continental, em cifra aproximada de US $ 8,5 bilhões.

O vírus MERS-CoV foi decorrente de camelos, no Oriente Médio, em 2012. Agora, a SARS-CoV-2, popularmente conhecida como Novo Coronavírus, que transmite a Covid-19, está associada inicialmente a morcegos, em Wuhan, na China.  As autoridades desta cidade, que é capital da província de Hubei, proibiram a çaça e consumo, no mínimo por cinco anos.

Os efeitos exponencialmente mais dramáticos da atual cepa do vírus, que se propagou pelo planeta, revela como esta é mais grave em seu grau de transmissibilidade e letalidade. Cerca de 354 mil perderam suas vidas até o dia 28 e há o registro de 5.593 milhões de casos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e um quadro recessivo sem precedentes se construindo no mundo. A Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad) estima que os prejuízos monetários no mundo já giram em mais de US $ 1-2 trilhões.

Segundo os pesquisadores, os fatores que acentuam estes riscos de doenças infecciosas emergentes são conversão de terras, criação de novas margens para habitat, além do comércio e consumo de animais silvestres (seja legal ou ilegal em determinados locais) e da intensificação agrícola. O vínculo (predatório) a áreas de alta biodiversidade, eleva as taxas de contato entre humanos e certas espécies selvagens.

As pressões são exercidas por diversas origens - caça, exploração madeireira, extração de petróleo, gás e minerais, construção de infraestrutura, pastagem de gado, recreação, poluição, gerenciamento de incêndio e drenagem ou inundação de habitats naturais.

A degradação ecossistêmica possibilita também doenças transmitidas por diferentes vetores e pela água e ar, entre outros, associadas a outros efeitos à saúde humana por meio das mudanças climáticas. Este conjunto pode contribuir para conflitos locais e transnacionais sobre recursos naturais, resultando no enfraquecimento da segurança internacional.

Em relatório recente da Organização das Nações Unidas (ONU), o alerta sobre a necessidade da conservação florestal no planeta foi dado, pois desde 1990, aproximadamente uma área de 80 milhões de hectares de floresta primária no mundo foi devastada. No grupo dos países com mais perdas, está o Brasil. A perda de biodiversidade no planeta é um dos efeitos graves, que impacta também a segurança alimentar.

O enfrentamento destes problemas, de acordo com o estudo, pode se dar por meio de diferentes mecanismos. Entre eles, a adoção de políticas públicas de saúde que insiram esta pauta; a proteção da integridade ecológica com adoção de planejamento espacial e criação e manejo de áreas protegidas efetivas, com a manutenção de unidades de conservação, e apoio à gestão de ecossistemas por indígenas. A conservação de bacias hidrográficas e adaptação e mitigação às mudanças climáticas fazem parte deste modelo de enfrentamento, com a premissa da conservação da biodiversidade e de regimes pluviométricos.

Os cientistas recomendam que povos e comunidades locais sejam inseridos neste planejamento pela gestão pública, em políticas para minimizar as ameaças causadas pela pressão de determinados segmentos econômicos. E haja uma dedicação à segurança alimentar destes povos quanto à sua cultura e subsistência. A proposta é de que sejam criados sistemas comunitários de gerenciamento de recursos naturais e gestão integrada em paisagens mais amplas.

É considerado também crucial, nesta série de medidas, o fechamento de mercados comerciais de animais silvestres e proibição deste comércio para consumo humano, especialmente de pássaros e mamíferos. E a implementação de sistemas de vigilância e resposta a doenças zoonóticas, associadas a animais domésticos.

Sobre o tema doenças zoonóticas, há outras fontes interessantes, como o livro Spillover – Animal Infections and the Next Human Pandemic, de David Quammen, especialista em ciência e natureza, publicado no ano de 2012. Na obra, decorrente de um trabalho profundo de pesquisa, o autor trata desde o vírus Hendra, na Austrália, nos anos 1990, originado de morcegos, até a gripe, decorrente de aves e suína.

*Sucena Shkrada Resk - jornalista, formada há 28 anos, pela PUC-SP, com especializações lato sensu em Meio Ambiente e Sociedade e em Política Internacional, pela FESPSP, e autora do Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk (https://www.cidadaosdomundo.webnode.com), desde 2007, voltado às áreas de cidadania, socioambientalismo e sustentabilidade.

Em tempos de Covid-19, estas pautas emergem com mais força, exigindo maneiras sustentáveis da humanidade com relação ao planeta.

Veja também no Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk:
28/05/2020 – Parte 9 – Mais de 40 milhões de vozes da área da saúde clamam por um meio ambiente saudável ao G20 no contexto da pandemia
26/05/2020 – Parte 8 - O papel estratégico da conservação da saúde ambiental no enfrentamento à Covid-19 no Brasil
25/05/2020 – Parte 7 - A corrente de humanização que se tece em tempos da pandemia de Covid-19
22/05/2020 – Parte 6 – Os impactos na saúde mental em tempos de pandemia de Covid-19
29/04/2020 – Parte 5 – Covid-19 e a valorização da pesquisa científica
22/04/2020 – Parte 4 – Em tempos de Covid-19 e mudanças climáticas
07/04/2020 – Parte 3 - A Covid 19 e os desafios de nossos defensores no front de batalha
30/03/2020 – Parte 2: a expiral do novo coronavírus expõe a janela de fragilidade aberta no Antropoceno
23/01/2020 – Saúde Ambiental: estado de alerta mundial para o coronavírus reflete um desequilíbrio ecossistêmico
 

Pesquisar no site

Blog

02/07/2020 16:33

Parte 19: O ônus de não se dar a efetiva atenção à saúde indígena, em tempos de Covid-19

O antropólogo Adelino Mendez faz uma imersão sobre o atual momento vivido pelos povos indígenas. Esta é a terceira e última entrevista desta primeira série sobre saúde indígena, em tempos de pandemia, do Blog Cidadãos do Mundo Por Sucena Shkrada Resk* Como ficarmos alheios a um momento tão crítico...
01/07/2020 16:24

Parte 18: Uma leitura sobre o luto indígena, em tempos de pandemia

Em entrevista ao Blog Cidadãos do Mundo, o escritor e educador Daniel Munduruku fala sobre um dos momentos mais complexos vividos por povos indígenas frente ao novo coronavírus, Este depoimento é o segundo na série de três entrevistas sobre a saúde indígena, no contexto da Covid19 Por Sucena...
30/06/2020 14:39

Parte 17: A saúde indígena no centro da pauta, em tempos de Covid-19

Em entrevista ao Blog Cidadãos do Mundo, Angela Amanakwa kaxuyana, coordenadora-tesoureira da COIAB, expõe a situação crítica vivenciada pelos povos indígenas na Amazônia frente à pandemia. Esta é a primeira de uma série de três entrevistas no blog a respeito desta pauta. Por Sucena Shkrada...
29/06/2020 16:31

Parte 16 – Quais são as prioridades ambientais no Congresso Nacional, em tempos de pandemia da Covid-19?

O deputado federal Rodrigo Agostinho, coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista e da Comissão de Meio Ambiente, expõe o panorama atual, em entrevista ao Blog Cidadãos do Mundo Por Sucena Shkrada Resk* A pauta socioambiental é cada vez mais transversal e em tempos de pandemia, tem ganhado...
26/06/2020 12:31

Parte 15: Novo marco regulatório conseguirá resolver os gargalos do saneamento de décadas, agravados com a pandemia da Covid-19?

A falta de acesso à água potável e a esgotamento sanitário ainda atinge milhares de brasileiros Por Sucena Shkrada Resk* Estabelecimento e cumprimento de prazos na área de infraestrutura estão longe do ideal no Brasil. O exemplo clássico, que se estende por décadas, é do saneamento básico. Prova...
20/06/2020 11:42

Direito à educação: Malala se forma em Oxford e comemoração ultrapassa fronteiras

A ativista paquistanesa, que luta pelo direito do acesso à educação, em especial, feminino, marca mais um capítulo em sua trajetória inspiradora Por Sucena Shkrada Resk* A jovem ativista paquistanesa Malala Yousafzai, 22 anos, se formou em Política, Economia e Filosofia, pela Universidade de...
19/06/2020 13:01

Parte 14: a relação da conservação dos oceanos com a Covid-19

Nas profundezas da imensidão azul, se encontram respostas sobre o novo coronavírus que vão além de seu papel prioritário para a regulação climática e para a subsistência humana Por Sucena Shkrada Resk*  Enquanto nossa sociedade mundialmente enfrenta a realidade imposta pela pandemia da...
12/06/2020 11:58

Parte 13: Brasil participa da última fase clínica de testes em humanos de vacinas contra Covid-19

Iniciativas são fruto de parcerias com Universidade de Oxford e com indústria farmacêutica chinesa Por Sucena Shkrada Resk* Um dos centros de pesquisa mundiais em estágio mais avançado quanto à vacina contra a Covid-19, é a Universidade de Oxford, no Reino Unido, que já se encontra nos testes da 3ª...
05/06/2020 08:00

Dia Mundial do Meio Ambiente: Onde se planta jornalismo floresce democracia

Veículos e jornalistas da mídia ambiental brasileira se unem em defesa da manutenção de um jornalismo atuante e com independência e lançam carta aberta,  hoje, Dia Mundial do Meio Ambiente. Leia a íntegra: Onde se planta jornalismo floresce democracia 5 de junho de 2020 Neste Dia Mundial...
04/06/2020 12:02

Parte 12: Semana do Meio Ambiente: Conama em silêncio no ano de 2020, em tempos de Covid-19

No contexto da crise da pandemia e da aceleração de desmatamento ilegal na Amazônia, reuniões plenárias não ocorrem desde novembro de 2019 Por Sucena Shkrada Resk* Nesta Semana do Meio Ambiente e no auge da crise da pandemia da Covid-19, o Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA), que tem o...
01/06/2020 09:53

Parte 11 – Observatórios possibilitam controle social, em tempos de Covid-19

Estes canais de comunicação surgem em busca de maior transparência de informações e de cobranças de ações proativas no combate à doença no Brasil Por Sucena Shkrada Resk* A sociedade civil brasileira, por meio de organizações não-governamentais (ONGs) e especialmente de instituições públicas de...
29/05/2020 13:00

Parte 10 – Estudo aponta o risco associado da desintegração ecológica com a origem de mais doenças infecciosas como a Covid-19

Por Sucena Shkrada Resk* Surtos epidêmicos entre humanos, com início em doenças zoonóticas, se tornam mais prováveis A The Wildlife Conservation Society lançou um documento, neste mês de maio, que alerta sobre o perigo que ronda a humanidade com a possibilidade de mais surtos epidêmicos e pandemias...
28/05/2020 09:58

Parte 9 – Mais de 40 milhões de vozes da área da saúde clamam por um meio ambiente saudável ao G20 no contexto da pandemia

Por Sucena Shkrada Resk* Carta foi encaminhada, nesta semana, aos líderes do grupo das 20 nações com as maiores economias mundiais, incluindo o Brasil, e clama pela necessidade de combate à poluição atmosférica “...Antes da Covid-19, a poluição do ar - principalmente originária do tráfego, uso...
26/05/2020 13:00

Parte 8: O papel estratégico da conservação da saúde ambiental no enfrentamento à Covid-19 no Brasil

Por Sucena Shkrada Resk* Mídia ambiental está atenta ao processo de desestruturação nesta agenda, que pode ser uma porta aberta também para avanços de epidemias A saúde ambiental brasileira está seguindo para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Nunca foi tão necessário evocar esta analogia com...
25/05/2020 14:32

Parte 7 – A corrente de humanização que se tece em tempos da pandemia da Covid -19

Por Sucena Shkrada Resk* Campanhas pelo país impulsionam o exercício de empatia e desprendimento Uma das características singulares que emerge em tempos de crise é a humanização, que vem carregada daquela palavra ‘aconchegante’ chamada empatia. Problemas da sociedade moderna já existentes se...
22/05/2020 13:56

Parte 6: o impacto na saúde mental em tempos de pandemia da Covid-19

Por Sucena Shkrada Resk* OMS lança documento em maio e iniciativas se multiplicam no Brasil No conjunto de complexidades a respeito dos impactos da pandemia da Covid-19, a saúde mental ganha projeção em recentes pesquisas, e os comprometimentos são avaliados como “extremamente preocupantes”,...
29/04/2020 15:28

Parte 5: #Covid19 e a valorização da pesquisa científica

Por Sucena Shkrada Resk* Esta pandemia reitera o quanto é crucial o investimento no capital humano científico Nós, individualmente e como integrantes do coletivo da humanidade procuramos um norte, nesta pandemia da Covid-19. Neste horizonte de incertezas, a “bússola” leva a uma área que nos últimos...
22/04/2020 16:34

Parte 4 – Em tempos de #Covid19 e #mudançasclimáticas

No Dia Mundial da Terra, a reflexão sobre novos paradigmas de desenvolvimento Por Sucena Shkrada Resk* A expressão “em tempos de #Covid19 ou de #Coronavírus tem se fixado em nossas mentes para definir o atual momento histórico em que vivemos nos últimos meses. Este ano de 2020 definitivamente é...
07/04/2020 14:31

Parte 3: A Covid 19 e os desafios de nossos defensores no front de batalha

Neste Dia Mundial da Saúde (07/04), fica o alerta em defesa de nossos profissionais da área da saúde Por Sucena Shkrada Resk* A batalha contra a Covid-19 está resultando em muitas baixas no front, em todo o mundo. No município de São Paulo, o médico socorrista Paulo Fernando, 56 anos; o enfermeiro...
30/03/2020 10:30

Parte 2: A espiral do novo coronavírus expõe a janela da fragilidade aberta no Antropoceno

Com a pandemia da Covid-19, somos obrigados a descobrir novos caminhos para a humanidade Por Sucena Shkrada Resk* Existem algumas guerras que não são estruturadas com armamentos bélicos e que são tão devastadoras quanto a estes conflitos geopolíticos que têm assolado a humanidade, como a 1ª e 2ª...

© 2020 Todos os direitos reservados.

Blog Cidadãos do Mundo-jornalista Sucena Shkrada Resk