Memória socioambiental: o legado de “Realidade”, por Sucena Shkrada Resk

02/06/2013 11:33

A encadernação é delicada e para folheá-la o cuidado tem de ser redobrado. Afinal 43 anos se passaram. Estou falando da edição de maio de 1970 da Revista Realidade, da Editora Abril, que traduzia em suas matérias as facetas de um Brasil que ainda permanecem pouco alteradas, se formos colocar uma lente ampliada sobre as pautas. Estou relendo esse exemplar que adquiri em um sebo em Belo Horizonte, há alguns anos, o que me permite fazer uma reflexão histórica pelos tortuosos caminhos da sustentabilidade. As reportagens ganham vida até hoje em novas leituras porque exprimem trabalhos de apuração de um jornalismo vivencial enriquecidos por fotos humanizadoras. Uma dobradinha salutar.

“A Alma do Nordeste” (texto e fotos: Hamilton Ribeiro e Luigi Mamprin); “Terra, trabalho: fazenda” (texto: Jorge Andrade e fotos: Maureen Bisilliat); “Eles se odeiam por lei (Luís Edgar de Andrade); “No fundo da Rocha – a dois mil metros –a quarenta e um graus – Ouro(texto: Talvani Guedes da Fonseca e fotos: Jean Solari) e “Sós, com Deus” (texto: Rodolfo Konder e fotos de Chico Aragão), entre outras matérias expressam a história brasileira e mundial, que por muitas vezes, eram e são generalizadas nos livros oficiais.

Nessa escola de jornalismo, o profissional se torna um “contador de histórias” nato e demonstra o quanto é imprescindível ter um olhar racional e sensibilizado por qualquer assunto que deva relatar. O x da questão é compreender os meandros socioeconômicos e de fundo político, pois tudo está interligado, nos bastidores da notícia. Naquela época, o país vivia o regime da Ditadura e no mundo as preocupações com o que chamamos hoje de "pegada ecológica" já se acentuavam com o Clube de Roma, se estruturando na Conferência de Estocolmo em 1972.

Agora, no ano de 2013, o que se observa? A população nordestina, principalmente, no agreste, vive hoje a pior seca nos últimos 50 anos, passa em muitas localidades, as privações de décadas atrás, com  fisiologismos políticos que emperram o desenvolvimento. Como contextualizar esses tempos históricos que concentram esse tema? Eis aí uma provocação. A água se transformou no ouro azul e vimos a poluição nos nossos cursos d`água e em nossos aquíferos a soma desse tempo histórico. A savanização na Amazônia se agrega a essa rede de relações climáticas e antrópicas.

O racismo e o apartheid até hoje são marcas difíceis de apagar. Sucessões de experiências nesse contexto ocorrem pelo mundo, com o chamado racismo ambiental, que ganha novo tônus, com o conceito de justiça socioambiental. Se formos ver o tema da mineração, a pauta por aqui é o novo Código de Mineração e até onde se permite o extrativismo e o que isso reflete sociambientalmente falando e nas divisas” do país. O que realmente mudou ou mudará?

Exemplos de práticas de hortas orgânicas, comunitárias e caseiras deixam de ser a exceção e começam a se destacar nos grandes centros urbanos e no campo com a agricultura familiar x a monocultura em grandes extensões de terra e sistemas de irrigação obsoletos. As mudanças de comportamento se aplicam à exigência que se acirra com a explosão demográfica vigente e em projeções para as próximas décadas e com a trajetória dos agrotóxicos que se multiplica pelos anos. Nunca  é demais lembrar da “Primavera Silenciosa”, da bióloga Rachel Carson, na década de 50. Essas experiências exigem novos comportamentos da relação do homem com a natureza, que se traduzem na qualidade de vida ou melhor, na falta dela.

O que é perceptível em tudo isso é que as histórias se repetem com outros personagens. A maneira de operar em muitas situações, pouco se transformou. Vieram novas siglas, nomenclaturas, cargos, políticas, entretanto, a base dos problemas permanece. Somos capazes de fazer essas análises isentas de paixões e partidarismos na atualidade?

Diante desse déjà vu, acredito que alguma coisa é possível aprender. Fazer diferente é salutar, mas esquecer, jamais. Essas pontes no tempo são necessárias para que o excesso de fragmentos não destrua a capacidade de um jornalismo que comunica e que acima de tudo, instiga na outra ponta, aquele “chacoalhão” que permite refletir e não se acomodar.

*Blog Cidadãos do Mundo - jornalista Sucena Shkrada Resk

 

Pesquisar no site

Blog

10/07/2019 17:39

As baleias-jubarte têm muito a nos ensinar

Por Sucena Shkrada Resk* Companheiras, acolhedoras, resilientes, volumosas, ágeis e com um fôlego de dar inveja. Se pensarmos bem, temos muito a aprender com elas. Vocês já descobriram quem são estas personagens com tantos atributos? Não? Então, vamos desvendar este mistério: são as baleias-jubarte...
18/06/2019 13:56

Artigo e Podcast 7 – Blog jornalístico Cidadãos do Mundo: Cidadania ambiental tem rosto e nome

Por Sucena Shkrada Resk* Atitude é tudo, não é? Personagens anônimos nos revelam dia a dia um Brasil rico em significados de cidadania ambiental. Estas experiências vêm ao nosso encontro, quando estamos receptivos e olhamos ao nosso redor. Vivenciei um desses momentos, no último domingo, 16 de...
12/06/2019 13:05

Microplásticos: microscópicos e invasivos

Por Sucena Shkrada Resk* Nós comemos e respiramos microplásticos diariamente. Mesmo parecendo absurdo, isto já é comprovado cientificamente e revela os bastidores da relação de produção, consumo e descarte. Apesar de minúsculos e microscópicos, estes fragmentos menores que cinco milímetros são...
05/06/2019 16:48

Poluição do ar: Qual é o valor de cinco segundos?

Por Sucena Shkrada Resk* A maioria de nós provavelmente nunca pensou quanto valem cinco segundos nos dias de hoje, não é? Valem literalmente uma vida, pois neste curto espaço de tempo morre uma pessoa no mundo em decorrência de doenças associadas à poluição do ar, correspondendo anualmente a 7...
23/05/2019 13:15

Podcast 6 – Blog Cidadãos do Mundo: Assustador é não ouvir mais os zumbidos das abelhas

Por Sucena Shkrada Resk* Ouvir os zumbidos das abelhas para muitos pode ser algo assustador, mas ao contrário do que você possa pensar, mais assustador é justamente não ouvir esses zumbidos. A resposta é simples: esses agentes da natureza responsáveis pela maior parte da polinização no planeta...
21/05/2019 14:33

Brasil sai do protagonismo em decisões internacionais da área ambiental

Por Sucena Shkrada Resk* A linha histórica dos esforços mais intensivos em cooperações multilaterais internacionais no campo ambiental já soma quase meio século, com a Declaração de Estocolmo (1972), mas desde a Segunda Guerra Mundial houve um impulso a este propósito, com a Declaração dos Direitos...
10/05/2019 17:12

O cenário conturbado da gestão ambiental brasileira

Por Sucena Shkrada Resk* A condução da gestão socioambiental no Brasil, neste ano de 2019, causa apreensão aqui e no exterior. Uma série de medidas está sendo tomada pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), sob comando do ministro Ricardo Salles, e tem causado polêmica ao acelerar a redução da...
07/05/2019 10:50

Artigo - Podcast 5 - Blog Cidadãos do Mundo: Um dia de second life nas teias socioambientais

Por Sucena Shkrada Resk* Será possível viver sem utopias? Na concepção de grande parte da humanidade, consciente ou inconscientemente, talvez não. Por quê? Uma das respostas possíveis é um sentimento que nos move e que se chama esperança. O que faríamos sem ela? Neste artigo também na versão do...
04/05/2019 12:49

Podcast 4: Saúde ambiental não existe sem prevenção - um alerta no Brasil

Por Sucena Shkrada Resk*   Neste quarto podcast do meu blog jornalístico Cidadãos do Mundo, falo com vocês a respeito da importância da prevenção na saúde ambiental. É uma questão que está sempre no nosso calcanhar, não é? Quer queira, quer não. E me faz lembrar deste trecho da música dos...
12/04/2019 13:41

Podcast 3 - Blog Cidadãos do Mundo - as facetas das desigualdades sociais no Brasil, por Sucena Shkrada Resk*

Olá, compartilho hoje com vocês o terceiro podcast do meu Blog jornalístico Cidadãos do Mundo. Estou trazendo para este espaço algumas reflexões sobre a questão da desigualdade social que historicamente tem afetado o Brasil, e que traduz aquela lacuna de desenvolvimento, que revela as facetas ainda...
02/04/2019 15:05

Podcast 2 - Blog Cidadãos do Mundo - Uma imersão no turismo de base comunitária, por Sucena Shkrada Resk

Olá, estou tratando no segundo podcast do meu Blog jornalístico Cidadãos do Mundo, da reflexão sobre o turismo de base comunitária e o etnoturismo, que saem da esfera convencional que conhecemos e trazem um ingrediente importante: a junção da proposta da conservação ambiental com a valorização...
27/03/2019 17:39

Primeiro podcast do Blog Cidadãos do Mundo traz reflexão sobre os efeitos do ciclone Idai na África

Olá, neste ano de 2019, eu, Sucena Shkrada Resk, estou ampliando o formato de linguagem do meu blog jornalístico Cidadãos do Mundo, com a introdução de podcasts periódicos, no qual faço comentários e reflexões sobre temas socioambientais, de sustentabilidade e cidadania, além dos artigos e...
25/03/2019 13:20

Podcast - Agricultura orgânica: grupo de mulheres revela o casamento da faceta da raiz cultural às sementes crioulas

Por Sucena Shkrada Resk  A entrevistada desta semana, do Blog Cidadãos do Mundo - jornalista Sucena Shkrada Resk, é a agricultora familiar pernambucana Vilma Martins (terceira à direita na foto), radicada em São Paulo, que integra a composição feminina do Grupo de Agricultores Urbanos...
20/02/2019 14:05

Tietê permanece adoecido na região metropolitana devido ao mau planejamento urbano

Por Sucena Shkrada Resk* A sensação de déjà-vu é contínua. Entra ano, sai ano, esta é a realidade perversa que vivemos diariamente nas regiões metropolitanas. De um lado, algumas nascentes que resistem, sabe-se lá até quando à pressão humana e, por outro, rios que são engolidos, em diversos...
08/02/2019 12:42

Rompimentos de barragens de rejeitos minerais revelam cenário de insegurança no país

Por Sucena Shkrada Resk* Ausência e/ou ineficiência nas precaução e prevenção, manutenção, em monitoramento e investimento em tecnologias mais seguras e em fiscalização contínua na destinação e tratamento de rejeitos minerais. Essa série de potenciais causas tem demonstrado um verdadeiro campo...
25/01/2019 14:43

Um olhar mais atento para os caminhos da habitação popular/social

Por Sucena Shkrada Resk* A população cresce ano a ano e o déficit habitacional segue a mesma trajetória no Brasil e é superior a 7,7 milhões de moradias necessárias para suprir essa demanda por imóvel próprio. Os dados são baseados em informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do...
21/01/2019 14:10

Narrativa de agricultora familiar nos leva à valorização ecossistêmica e humanística

Por Sucena Shkrada Resk* Ouvir a narrativa de agricultores familiares sempre é algo revigorante e que nos leva à ligação afetiva à terra, à água, à fauna e flora. Estimula nossa recepção sensorial e dá sentido à máxima de que quanto mais simples, mais estamos sintonizados com o equilíbrio...
16/01/2019 14:48

Os oceanos apelam todos os dias: #plásticosnão

Por Sucena Shkrada Resk* A imagem é desconcertante e dramática. Olhamos de um lado e de outro e os oceanos têm mais plásticos do que peixes. O ano é 2050. Cena de filme de ficção? Longe disso. Este é um prognóstico mais próximo do real descrito em estudo da fundação da navegadora Ellen MacArthur e...
14/01/2019 11:21

Temas “Refugiados” e “Migrantes”: não existe geopolítica baseada em visões unilaterais

Por Sucena Shkrada Resk* Em um mundo em que a maioria das pessoas e “nações” aspiram pela manutenção da democracia e da paz mundial, as relações diplomáticas internacionais exigem como alicerce o constante diálogo e o princípio de que as decisões sejam o mais consistentes e equilibradas para a...
10/01/2019 16:03

O Quênia e seus exemplos inspiradores: da resiliência ao socioambientalismo

Por Sucena Shkrada Resk * Sim. Exemplos inspiradores vêm do leste do continente africano e especialmente de países como o Quênia, e não se restringem a resultados na tradicional corrida de São Silvestre por aqui e chegam à esfera socioambiental, além do fato de Nairobi ser a cidade-sede do Programa...

© 2018 Todos os direitos reservados.

Blog Cidadãos do Mundo-jornalista Sucena Shkrada Resk