“Eu quero minha história de volta”, diz ex-moradora de Paracatu de Baixo, MG

04/02/2020 12:41

Desabafo ocorre sobre recordações dos impactos do rompimento de duas barragens de rejeito da Samarco

Por Sucena Shkrada Resk*, em Mariana (MG)

Foto: vítima de Paracatu de Baixo - rompimento barragem rejeito Samarco. Crédito da Foto: Sucena Shkrada Resk “Levaram embora nossa história, eu não me sinto feliz”. Com esta frase, M.C.S., 45 anos, antiga moradora da comunidade de Paracatu de Baixo, subdistrito a 35 km de Mariana, MG, sintetiza o sentimento que ainda persiste com intensidade, após o rompimento de duas barragens de rejeitos de minério da Samarco (da Vale e da BHP Billiton), na região de Bento Rodrigues, que compromete até hoje a Bacia do Rio Doce até a região estuarina do Espírito Santo. O dia 5 de novembro de 2015 abriu uma lacuna em sua vida pacata na zona rural, quando em poucos minutos se viu obrigada a sair de sua casa com familiares, deixando tudo para trás, que ficou sob a lama. Ao todo, oficialmente 140 famílias foram afetadas diretamente nesta área e 255, na comunidade de Bento Rodrigues.  A tragédia resultou em dezenove mortes.

“Sinto falta da comunidade, de ver as pessoas (olho no olho). Tem gente de Paracatu que não vejo há quatro anos. Cada um foi para um bairro diferente. Apesar de eu estar com meu marido e meus seis filhos, em um sobrado alugado pela empresa (moradia temporária), em Mariana, e recebermos uma ajuda financeira, não me sinto à vontade. Aqui não é nosso”, conta a moradora. A família aguarda uma casa definitiva em projeto de construção de novo subdistrito, que está sendo providenciada pela Fundação Renova, responsável pelo atendimento às vítimas, de acordo com o Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC), firmado em 2016. Mas quando conseguirão mudar, ainda é uma interrogação. A estimativa é que seja até dezembro, segundo ela. Enquanto isto, o compasso de espera acumula anos. 

M.C.S. trabalhava em serviços gerais em uma escola rural, além de ajudar o marido agricultor, que agora trabalha cinco dias em uma fazenda e só consegue voltar aos finais de semana para casa. “Quando tudo aconteceu, meu psicológico ficou afetado. Preferi não trabalhar mais com crianças em outra escola aqui por Mariana e consegui um serviço administrativo (mais impessoal)”, diz. Dessa forma, segundo ela, sai do trabalho e vai direto para casa. Deixou de ter o convívio social de antigamente e, por muitas vezes, se sente segregada, por pessoas que não conhecem ou entendem as perdas e o sofrimento pelos quais passaram e ainda perduram. "Tem muita gente que acha que não temos direito a estes benefícios e isso me deprime", desabafa.

A rotina da família foi quebrada. “Meus filhos agora não podem mais conviver diariamente com o pai. Nossa vida era muito tranquila e unida no sítio”, recorda.

Como um pequeno elo, para não esquecer a vida no campo, o casal mantém uma horta no fundo do sobrado, onde atualmente cultiva couve, entre outras hortaliças. “Eu queria minha história de volta, tudo ficou embaixo do barro. Nem nossos documentos conseguimos salvar, tivemos de refazê-los. Nunca mais poderei ver o nosso álbum do casamento, dos primeiros anos dos meus filhos. É como se tivessem apagado tudo. Nossa casa lá, construímos aos poucos, com esforço”, desabafa.

Nas suas memórias, ficou marcado o último dia em que viram a pequena Cachoeira de Paracatu, onde iam se banhar, nos momentos de lazer. “Foi no feriado de 2 de novembro, depois ela também desapareceu”.

Em um grupo de whatss-up com antigos vizinhos, M.C.S. consegue se atualizar sobre o processo da reconstrução da vila em outra área e como está a segurança dos moradores, ao longo destes anos. Cada vez que temporais assolam a região, uma sensação desagradável toma conta dela. “Fico triste. Em Monsenhor Horta (ontem, dia 24 de janeiro), uma amiga falou que estavam isolados, mas hoje já está tudo tranquilo, ainda bem”, relata. O Distrito de Antônio Pereira também sofreu com as águas. “Hoje (25 de janeiro) faz um ano da tragédia em Brumadinho, nem quis ver na TV. Foi bem pior, perdas de tantas vidas. Aqui foram principalmente perdas materiais e do meio ambiente. Nunca mais voltaremos ao nosso lar”.

O relato da moradora de Paracatu de Baixo revela um pouco da humanidade que fica escondida sob números e esquecida ao longo dos anos. São perdas imateriais, além das materiais, que talvez estas vítimas nunca superem.

(obs: em respeito ao seu pedido, sua identidade e imagem estão sendo preservadas. M.C.S. aceitou aparecer de costas nesta entrevista concedida ao Blog, em Mariana, MG, em 25 de janeiro de 2020).

Veja também no Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk):
08/02/2019 – Rompimentos de barragens de rejeitos minerais revelam cenário de insegurança no país
09/01/2019 – O Princípio da Precaução tão urgente e ao mesmo tempo, tão esquecido
14/08/2018 – O mercúrio nas veias da Amazônia
22/01/2017 – O ônus socioambiental da contemporaneidade “flex”
09/02/2016 – As lamas da mineração: a caixa de pandora foi aberta
02/06/2013 – Memória socioambiental: o legado de Realidade
15/04/2012 – Arte e verde superam mineração no entorno

*Sucena Shkrada Resk - jornalista, formada há 28 anos, pela PUC-SP, com especializações lato sensu em Meio Ambiente e Sociedade e em Política Internacional, pela FESPSP, e autora do Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk (https://www.cidadaosdomundo.webnode.com), desde 2007, voltado às áreas de cidadania, socioambientalismo e sustentabilidade.

 

Pesquisar no site

Blog

02/07/2020 16:33

Parte 19: O ônus de não se dar a efetiva atenção à saúde indígena, em tempos de Covid-19

O antropólogo Adelino Mendez faz uma imersão sobre o atual momento vivido pelos povos indígenas. Esta é a terceira e última entrevista desta primeira série sobre saúde indígena, em tempos de pandemia, do Blog Cidadãos do Mundo Por Sucena Shkrada Resk* Como ficarmos alheios a um momento tão crítico...
01/07/2020 16:24

Parte 18: Uma leitura sobre o luto indígena, em tempos de pandemia

Em entrevista ao Blog Cidadãos do Mundo, o escritor e educador Daniel Munduruku fala sobre um dos momentos mais complexos vividos por povos indígenas frente ao novo coronavírus, Este depoimento é o segundo na série de três entrevistas sobre a saúde indígena, no contexto da Covid19 Por Sucena...
30/06/2020 14:39

Parte 17: A saúde indígena no centro da pauta, em tempos de Covid-19

Em entrevista ao Blog Cidadãos do Mundo, Angela Amanakwa kaxuyana, coordenadora-tesoureira da COIAB, expõe a situação crítica vivenciada pelos povos indígenas na Amazônia frente à pandemia. Esta é a primeira de uma série de três entrevistas no blog a respeito desta pauta. Por Sucena Shkrada...
29/06/2020 16:31

Parte 16 – Quais são as prioridades ambientais no Congresso Nacional, em tempos de pandemia da Covid-19?

O deputado federal Rodrigo Agostinho, coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista e da Comissão de Meio Ambiente, expõe o panorama atual, em entrevista ao Blog Cidadãos do Mundo Por Sucena Shkrada Resk* A pauta socioambiental é cada vez mais transversal e em tempos de pandemia, tem ganhado...
26/06/2020 12:31

Parte 15: Novo marco regulatório conseguirá resolver os gargalos do saneamento de décadas, agravados com a pandemia da Covid-19?

A falta de acesso à água potável e a esgotamento sanitário ainda atinge milhares de brasileiros Por Sucena Shkrada Resk* Estabelecimento e cumprimento de prazos na área de infraestrutura estão longe do ideal no Brasil. O exemplo clássico, que se estende por décadas, é do saneamento básico. Prova...
20/06/2020 11:42

Direito à educação: Malala se forma em Oxford e comemoração ultrapassa fronteiras

A ativista paquistanesa, que luta pelo direito do acesso à educação, em especial, feminino, marca mais um capítulo em sua trajetória inspiradora Por Sucena Shkrada Resk* A jovem ativista paquistanesa Malala Yousafzai, 22 anos, se formou em Política, Economia e Filosofia, pela Universidade de...
19/06/2020 13:01

Parte 14: a relação da conservação dos oceanos com a Covid-19

Nas profundezas da imensidão azul, se encontram respostas sobre o novo coronavírus que vão além de seu papel prioritário para a regulação climática e para a subsistência humana Por Sucena Shkrada Resk*  Enquanto nossa sociedade mundialmente enfrenta a realidade imposta pela pandemia da...
12/06/2020 11:58

Parte 13: Brasil participa da última fase clínica de testes em humanos de vacinas contra Covid-19

Iniciativas são fruto de parcerias com Universidade de Oxford e com indústria farmacêutica chinesa Por Sucena Shkrada Resk* Um dos centros de pesquisa mundiais em estágio mais avançado quanto à vacina contra a Covid-19, é a Universidade de Oxford, no Reino Unido, que já se encontra nos testes da 3ª...
05/06/2020 08:00

Dia Mundial do Meio Ambiente: Onde se planta jornalismo floresce democracia

Veículos e jornalistas da mídia ambiental brasileira se unem em defesa da manutenção de um jornalismo atuante e com independência e lançam carta aberta,  hoje, Dia Mundial do Meio Ambiente. Leia a íntegra: Onde se planta jornalismo floresce democracia 5 de junho de 2020 Neste Dia Mundial...
04/06/2020 12:02

Parte 12: Semana do Meio Ambiente: Conama em silêncio no ano de 2020, em tempos de Covid-19

No contexto da crise da pandemia e da aceleração de desmatamento ilegal na Amazônia, reuniões plenárias não ocorrem desde novembro de 2019 Por Sucena Shkrada Resk* Nesta Semana do Meio Ambiente e no auge da crise da pandemia da Covid-19, o Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA), que tem o...
01/06/2020 09:53

Parte 11 – Observatórios possibilitam controle social, em tempos de Covid-19

Estes canais de comunicação surgem em busca de maior transparência de informações e de cobranças de ações proativas no combate à doença no Brasil Por Sucena Shkrada Resk* A sociedade civil brasileira, por meio de organizações não-governamentais (ONGs) e especialmente de instituições públicas de...
29/05/2020 13:00

Parte 10 – Estudo aponta o risco associado da desintegração ecológica com a origem de mais doenças infecciosas como a Covid-19

Por Sucena Shkrada Resk* Surtos epidêmicos entre humanos, com início em doenças zoonóticas, se tornam mais prováveis A The Wildlife Conservation Society lançou um documento, neste mês de maio, que alerta sobre o perigo que ronda a humanidade com a possibilidade de mais surtos epidêmicos e pandemias...
28/05/2020 09:58

Parte 9 – Mais de 40 milhões de vozes da área da saúde clamam por um meio ambiente saudável ao G20 no contexto da pandemia

Por Sucena Shkrada Resk* Carta foi encaminhada, nesta semana, aos líderes do grupo das 20 nações com as maiores economias mundiais, incluindo o Brasil, e clama pela necessidade de combate à poluição atmosférica “...Antes da Covid-19, a poluição do ar - principalmente originária do tráfego, uso...
26/05/2020 13:00

Parte 8: O papel estratégico da conservação da saúde ambiental no enfrentamento à Covid-19 no Brasil

Por Sucena Shkrada Resk* Mídia ambiental está atenta ao processo de desestruturação nesta agenda, que pode ser uma porta aberta também para avanços de epidemias A saúde ambiental brasileira está seguindo para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Nunca foi tão necessário evocar esta analogia com...
25/05/2020 14:32

Parte 7 – A corrente de humanização que se tece em tempos da pandemia da Covid -19

Por Sucena Shkrada Resk* Campanhas pelo país impulsionam o exercício de empatia e desprendimento Uma das características singulares que emerge em tempos de crise é a humanização, que vem carregada daquela palavra ‘aconchegante’ chamada empatia. Problemas da sociedade moderna já existentes se...
22/05/2020 13:56

Parte 6: o impacto na saúde mental em tempos de pandemia da Covid-19

Por Sucena Shkrada Resk* OMS lança documento em maio e iniciativas se multiplicam no Brasil No conjunto de complexidades a respeito dos impactos da pandemia da Covid-19, a saúde mental ganha projeção em recentes pesquisas, e os comprometimentos são avaliados como “extremamente preocupantes”,...
29/04/2020 15:28

Parte 5: #Covid19 e a valorização da pesquisa científica

Por Sucena Shkrada Resk* Esta pandemia reitera o quanto é crucial o investimento no capital humano científico Nós, individualmente e como integrantes do coletivo da humanidade procuramos um norte, nesta pandemia da Covid-19. Neste horizonte de incertezas, a “bússola” leva a uma área que nos últimos...
22/04/2020 16:34

Parte 4 – Em tempos de #Covid19 e #mudançasclimáticas

No Dia Mundial da Terra, a reflexão sobre novos paradigmas de desenvolvimento Por Sucena Shkrada Resk* A expressão “em tempos de #Covid19 ou de #Coronavírus tem se fixado em nossas mentes para definir o atual momento histórico em que vivemos nos últimos meses. Este ano de 2020 definitivamente é...
07/04/2020 14:31

Parte 3: A Covid 19 e os desafios de nossos defensores no front de batalha

Neste Dia Mundial da Saúde (07/04), fica o alerta em defesa de nossos profissionais da área da saúde Por Sucena Shkrada Resk* A batalha contra a Covid-19 está resultando em muitas baixas no front, em todo o mundo. No município de São Paulo, o médico socorrista Paulo Fernando, 56 anos; o enfermeiro...
30/03/2020 10:30

Parte 2: A espiral do novo coronavírus expõe a janela da fragilidade aberta no Antropoceno

Com a pandemia da Covid-19, somos obrigados a descobrir novos caminhos para a humanidade Por Sucena Shkrada Resk* Existem algumas guerras que não são estruturadas com armamentos bélicos e que são tão devastadoras quanto a estes conflitos geopolíticos que têm assolado a humanidade, como a 1ª e 2ª...

© 2020 Todos os direitos reservados.

Blog Cidadãos do Mundo-jornalista Sucena Shkrada Resk