Crise hídrica estimula protagonismo da sociedade

14/11/2014 16:50

Campanhas e mobilizações começam a se multiplicar

Por Sucena Shkrada Resk

Dizem que momentos de crise podem fazer com que descubramos o ‘nosso melhor’. A afirmação tem fundamento, quando vimos o reflexo do exercício de cidadania crescente ao contexto da prolongada estiagem, a pior dos últimos 80 anos, em São Paulo, somado à ineficiente gestão dos recursos hídricos na região e em vários outros pontos do Brasil. Vale o parênteses - lembrando que muitas bacias hidrográficas são interligadas, que o regime de chuvas não tem barreiras regionais e que o problema está relacionado às águas superficiais, subterrâneas, ao saneamento ambiental e ao modelo de gestão e consumo. Trocando em miúdos, a situação envolve legislativo, judiciário, os poderes executivo federal, estaduais e municipais, as concessionárias, as empresas e a sociedade. Ninguém fica de fora. Com base nessa rede que envolve causas e efeitos, uma significativa parcela da sociedade civil não organizada e organizada assume, aos poucos, um papel ativo.

Os mecanismos de participação são vários, com discussões com mais ênfase na dimensão do consumo consciente até exercícios práticos de mudança de comportamento no cotidiano. Ao mesmo tempo, os cidadãos (ãs) cobram os deveres do poder público no gerenciamento preventivo, reativo e, acima de tudo, com fundamentos técnicos e éticos coerentes com os cenários em curso das mudanças climáticas. Tudo está mais acelerado e intenso.

A ideia é constituir estratégias mais organizadas e duradouras, que não se pautem em sazonalidades. Neste sentido, em São Paulo, foi lançado recentemente o movimento Aliança pela Água por um grupo de organizações não governamentais, que dividiram seus objetivos em curto e longo prazos. O primeiro é de chegar a abril de 2015 em situação segura para enfrentar mais um período de estiagem no Estado. Para isso, estipularam algumas prioridades como a da instalação de um comitê de gestão de crise pelo governo estadual, que tenha a participação da sociedade e das prefeituras afetadas, até o estabelecimento de multas para usos abusivos.

Integram a coalizão a Fundação SOS Mata Atlântica,  o Greenpeace, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), o Instituto Akatu, o Instituto Socioambiental (ISA), a organização Mapas Coletivos, a Proteste – Associação de Consumidores, a Rede Nossa São Paulo, The Nature Conservancy (TNC) e o WWF-Brasil, entre outras.

Uma das iniciativas atuais da mobilização foi a criação do aplicativo Mananciais.tk, na Plataforma já existente Mapas Coletivos. Com isso, é possível fazer o acompanhamento dos níveis dos reservatórios e precipitação publicados no site da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), de maneira mais acessível.

Numa escala de longo prazo, segundo as organizações participantes, a meta é que seja implantado um novo modelo de gestão da água, que garanta um futuro seguro e sustentável para os moradores de São Paulo. Isso seria sustentado com ações para a redução de perdas no sistema, o fortalecimento dos comitês de bacia e despoluição dos rios urbanos, entre outras. Algo, que em tese, já deveria ser executado com ‘desenvoltura’ na prática.

Para multiplicar orientações aos cidadãos, a Proteste organizou a Cartilha da Água, que mantém informações e recomendações de como cobrar dos políticos e das concessionárias o comprometimento com o estabelecimento dos serviços, entender o consumo doméstico e denunciar desperdícios.

Nesta seara de protagonismo social, outro movimento foi criado – o Cisterna Já. Cidadãos comuns, por essa plataforma digital,  ajudam na captação e reaproveitamento da água da chuva, destinada para usos não-potáveis (descarga sanitária, faxina, rega de plantas...). O site mantém manual de instalação e outras orientações.

Parques públicos em São Paulo também se tornaram espaço para a multiplicação da educação ambiental sobre os caminhos da água. Neste mês, até o próximo dia 22, a Art Unlimited e a Umiharu Produções Culturais e Cinematográficas promoverão gratuitamente o Projeto Água, Arte e Sustentabilidade, no Parque Villa Lobos (avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros, São Paulo). As apresentações acontecem de 3ª. a 6ª. feiras, às 09h30 e às 14h30 e aos sábados, às 11h e às 15h, em uma tenda de 250 m2. As vagas são limitadas e os ingressos são distribuídos com uma hora de antecedência.

A Agência Nacional de Águas (ANA) mantém cursos de educação à distância gratuitos interessantes, como o do papel dos Comitês de Bacias Hidrográficas e dos caminhos das águas, que pude participar. Vale lembrar que a ANA é um ente importante entre os atores na crise das águas, porque foi criada legalmente para ‘disciplinar a implementação, a operacionalização, o controle e a avaliação dos instrumentos de gestão criados pela Política Nacional de Recursos Hídricos’. Sendo assim, deve ser cobrada, neste sentido.

Mas as mobilizações não param por aí. Setores representativos de organizações privadas mantêm suas iniciativas. O Conselho de Sustentabilidade da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), por exemplo, publicou a cartilha "Água: o que o Empresário do Setor de Comércio e Serviços Precisa Saber e Fazer para Preservar este Precioso Recurso".

Com isso, o que se pode observar é que a cidadania quando é aflorada pode traçar novos caminhos, na condução do planejamento de nossas governanças.

Veja também outros artigos que escrevi sobre este tema, no Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk:

20/10/2014 – Encheremos um balde d´água? 

03/10/2014 – O “Velho Chico” tem sede 
26/09/2014 – Aristides Almeida Rocha: um olhar atento ao saneamento ambiental 
22/09/2014 Rio Tietê, um insistente subversivo

08/09/2014 Recursos hídricos: o exercício de conservação por microbacias 
02/09/2014 - O Código Florestal e a influência na gestão das águas
20/08/2014 - Cantareira expõe a fragilidade do sistema de abastecimento (Como entender a gestão das águas em SP – parte 1)
18/08/2014 - Qualidade das águas (Como entender a gestão das águas – parte 2)
15/08/2014 - Como entender a gestão das águas, no estado de SP (Parte 1)
14/10/2013 - Água: um bem depreciado na sociedade do desperdício
22/03/2013 - Água pura...quero ver-te
14/01/2013 - Reflexão: a desertificação e o consumo inconsciente 
24/08/2012 - Coleta e tratamento de esgoto: como será quando chegarmos a 2050?
07/06/2012 - Rumo à Rio+20: o valor oculto da água
23/05/2012  - Nota: Saneamento está interligado a outras infraestruturas
23/05/2012 - Riomais20 - Como tratará da realidade da África Subsaariana?
19/10/2011 - Recursos hídricos: uma pauta para a Rio+20
19/10/2011 - Esgoto: o calcanhar de aquiles do Brasil
28/10/2011 - Por dentro do saneamento básico
28/10/2011- Trata Brasil estuda projeto de educação para o saneamento
28/07/2011 - Atenção às nossas águas
*Blog Cidadãos do Mundo - jornalista Sucena Shkrada Resk

Pesquisar no site

Blog

07/04/2020 14:31

Parte 3: A Covid 19 e os desafios de nossos defensores no front de batalha

Neste Dia Mundial da Saúde (07/04), fica o alerta em defesa de nossos profissionais da área da saúde Por Sucena Shkrada Resk* A batalha contra a Covid-19 está resultando em muitas baixas no front, em todo o mundo. No município de São Paulo, o médico socorrista Paulo Fernando, 56 anos; o enfermeiro...
30/03/2020 10:30

Parte 2: A espiral do novo coronavírus expõe a janela da fragilidade aberta no Antropoceno

Com a pandemia da Covid-19, somos obrigados a descobrir novos caminhos para a humanidade Por Sucena Shkrada Resk* Existem algumas guerras que não são estruturadas com armamentos bélicos e que são tão devastadoras quanto a estes conflitos geopolíticos que têm assolado a humanidade, como a 1ª e 2ª...
10/03/2020 10:36

Um tipo de pressão transversal de obsolescência programada ronda unidades de conservação marinha brasileiras?

Legislação do SNUC pode ser colocada em xeque, se UCs marinhas forem expostas à maior vulnerabilidade  Por Sucena Shkrada Resk* Após duas décadas da criação do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC - LEI 9.985/2000), o Brasil se depara hoje com a possibilidade de...
03/03/2020 16:20

Água: no eixo central nos cenários de conflito no mundo

Por Sucena Shkrada Resk* A água, apesar de ser um direito humano, tem sido menosprezada através dos séculos no planeta. Experiências que exemplificam este extremo são vivenciadas diariamente por meio de conflitos contemporâneos com relação aos recursos hídricos, cada vez mais escassos, em nações...
27/02/2020 13:22

Pela quarta vez, é prorrogado prazo de obrigatoriedade dos Planos Municipais de Saneamento no Brasil

A falta de comprometimento efetivo com a infraestrutura ainda é um desafio na esfera de mais da metade dos governos locais. Novo prazo estabelecido pelo Governo Federal é 31 de dezembro de 2022. Sucena Shkrada Resk* Cumprimento de prazos, eis um “calcanhar de aquiles” na agenda de políticas...
19/02/2020 17:02

Brasil ocupa o primeiro lugar em casos de dengue nas Américas

Cenário exige campanhas permanentes para combater criadouros do vetor Aedes aegypti Por Sucena Shkrada Resk* Quando a pauta é saúde ambiental, o Brasil tem trilhado uma linha tênue e perigosa, nos quesitos precaução, prevenção e efetividade, desde a esfera municipal à federal, quando se trata da...
14/02/2020 10:40

Antártica, 20 graus: o continente gelado emite sinal de alerta

Registro de recorde não é motivo de celebração Por Sucena Shkrada Resk* Nem sempre os recordes são sinais de celebração. O que dizer, então, sobre o registro da temperatura de 20,75 graus C na Ilha Seymour, na Antártica, no último dia 9 de fevereiro? É bom frisar – GRAUS POSITIVOS, no continente...
13/02/2020 16:09

Gafanhotos-do-deserto expõem os extremos da crise climática na África

Situação atual em vários países do continente é avaliada como sem precedentes, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) Por Sucena Shkrada Resk* A palavra “extremo” permite resumir o quadro complexo e caótico que países da África Oriental estão vivenciando desde dezembro do ano passado e que...
12/02/2020 14:28

Adaptação à Mudança do Clima: do papel à ação, uma longa distância

Reflexo de temporal em SP, nesta semana, abre uma discussão importante sobre o papel do planejamento urbano Por Sucena Shkrada Resk*  Vocês já devem ter ouvido dizer pelo menos uma vez que o Brasil é um dos países com maior arcabouço legal na área socioambiental. Isso não quer dizer,...
04/02/2020 12:41

“Eu quero minha história de volta”, diz ex-moradora de Paracatu de Baixo, MG

Desabafo ocorre sobre recordações dos impactos do rompimento de duas barragens de rejeito da Samarco Por Sucena Shkrada Resk*, em Mariana (MG) “Levaram embora nossa história, eu não me sinto feliz”. Com esta frase, M.C.S., 45 anos, antiga moradora da comunidade de Paracatu de Baixo, subdistrito a...
03/02/2020 11:22

Minas Gerais: um recorte sobre os abalos sísmicos e a gestão de riscos

Por Sucena Shkrada Resk* O Brasil tem na casa de 500 abalos sísmicos anualmente e pouca gente tem conhecimento disso. Minas Gerais é um dos estados que historicamente registra os maiores números de terremotos no país (a maioria entre 1 e 4 graus na Escala Richter, que vai até 10 graus), o que é um...
23/01/2020 12:18

Saúde ambiental: estado de alerta mundial para o coronavírus reflete um desequilíbrio ecossistêmico

Por Sucena Shkrada Resk* Maior parte dos registros de casos, até agora, se concentra na China e em outros países asiáticos A Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu um alerta mundial sobre a propagação do coronavírus (2019-nCoV) e instituiu um comitê de emergência com renomados cientistas...
21/01/2020 13:12

Guerra na Síria: todo o peso da expressão “infância roubada” sobre mais de 5 milhões de crianças

Por Sucena Shkrada Resk* Este é um dos exemplos mais cruéis de obstáculos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs), que se multiplica em outras nações no mundo Quando observamos atentamente as consequências dos oito anos e meio da devastadora Guerra na Síria, alguns dos pontos mais...
17/01/2020 13:45

Ana Maria Primavesi: a pioneira semeadora da Agroecologia

Por Sucena Shkrada Resk* A construção da história se tece com ícones. Quando se trata da Agroecologia, a personagem que emerge é da engenheira agrônoma e Doutora em Cultura de Solos e Nutrição Vegetal Ana Maria Primavesi, que partiu para o outro plano, aos 99 anos, no último dia 5 de janeiro,...
16/01/2020 12:49

O Piroceno chegou e agora?

Por Sucena Shkrada Resk* Os incêndios na Austrália são o alerta mais contundente do aquecimento global na atualidade Nem nos longas-metragens mais dramáticos, poderíamos imaginar o roteiro da vida real de incêndios florestais que atingem com mais intensidade até agora especialmente a Austrália,...
15/01/2020 14:59

As mudanças climáticas desenham o cenário de urgência em saúde, na próxima década

Por Sucena Shkrada Resk Inação diante da crise pode ter um preço muito alto, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) A saúde pública é, em última análise, uma escolha política e a crise climática é uma crise de saúde. Esta afirmação ecoa um dos principais alertas em relatório divulgado neste...
20/10/2019 13:49

O ônus da desigualdade no Brasil

Por Sucena Shkrada Resk* Há uma máxima que deve ser respeitada: os fatos não mentem, quando se trata de analisar a desigualdade socioeconômica no Brasil, que inclui a injustiça ambiental. Os percentuais estatísticos se revelam diariamente, nos trazendo a uma realidade gritante: o país está entre os...
24/08/2019 15:16

A carência de uma visão e ação integradas panamazônicas

Artigo nº 761/Podcast 8 – Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk Por Sucena Shkrada Resk* Neste ano de 2019, a evidência de posturas de governanças isolacionistas reacende uma discussão nas entranhas sul-americanas. Vivemos décadas após décadas, a carência de uma visão e ação...
13/08/2019 16:32

#ODS_4: O incentivo à leitura forjado em bibliotecas cidadãs

Atitudes de pessoas comuns fazem a diferença em suas comunidades e municípios e são fonte de inspiração em um país no qual o analfabetismo é ainda um desafio a se superar; são exemplos na busca do Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 4 (ODS-4), na seara da educação   Por Sucena Shkrada...
06/08/2019 14:02

Poluição do ar: um assunto transversal nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU

Análise é feita pelo médico-patologista e pesquisador Paulo Saldiva, diretor do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA/USP), em entrevista especial ao Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk Por Sucena Shkrada Resk* Não é por acaso que o sistema da...

© 2020 Todos os direitos reservados.

Blog Cidadãos do Mundo-jornalista Sucena Shkrada Resk