Até quando iremos silenciar as primaveras?, por Sucena Shkrada Resk

12/12/2012 10:20

Há cinco décadas, a bióloga marinha Rachel Carson (www.rachelcarson.org) desnudava por meio da literatura, um processo desencadeado no frenesi industrial da sociedade contemporânea, em que o uso excessivo de agrotóxicos (pesticidas) sintéticos, nos EUA, resultava na aniquilação de espécies de aves e peixes, consequentemente comprometendo a saúde humana. Ela rebatia principalmente o argumento de que o uso do agente químico Dicloro-difenil-tricloretano (DDT) utilizado à época era justificável pela necessidade de conter as pragas nos cultivos na agricultura. Assim nascia a obra “Primavera Silenciosa”, resultado de sua persistência, verdadeiro altruísmo, diante de um inimigo poderoso que eram as indústrias do setor e toda a retaguarda política que sustentavam suas práticas.

Quando me volto hoje, especialmente à realidade brasileira, vejo que o alerta que ela deu é tão atual e ganha contornos bem mais amplos, tendo em vista, que o país é o maior consumidor de agrotóxicos do planeta, há pelo menos, três anos consecutivos. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), enquanto, nos últimos dez anos, o mercado mundial de agrotóxicos cresceu 93%, o mercado nacional cresceu 190%.

Em 2008, o Brasil ultrapassou os EUA e assumiu o posto de maior mercado mundial desses produtos. O que é estarrecedor. Um terço dos alimentos consumidos diariamente, por nós, no Brasil, está contaminado pelos agrotóxicos, de acordo com a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) .

O Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos (PARA) da ANVISA demonstra que o consumo indevido dos produtos (em excesso dos registrados ou de não autorizados) leva à contaminação de vários alimentos. O relatório de atividades de 2010, publicado em dezembro de 2011, apresentou os resultados do monitoramento de 18 alimentos: abacaxi, alface, arroz, batata, beterraba, cebola, cenoura, couve, feijão, laranja, maçã, mamão, manga, morango, pepino, pimentão, repolho e tomate. Dessa lista, os índices mais graves foram apresentados em pimentões, morangos e pepinos.

Em tese, o que não deveria acontecer, é realidade cotidiana. O documento aponta que ocorreram 7.677 casos de intoxicação aguda (7,64% do total de casos de 2009) por agrotóxicos de uso agrícola, ou desviados ilegalmente para o uso como raticida domiciliar, registrados por 24 dos 36 Centros de Informação e Assistência Toxicológica brasileiros.

O que especialistas constatam é que o efeito cumulativo de todas essas substâncias tóxicas é uma porta para doenças crônicas endócrinas, imunológicas, neurológicas como também comprometem a fertilidade e resultam em cânceres.

Eu me pergunto quantas primaveras estamos silenciando aos poucos, em doses homeopáticas e letais, que nos silenciam das mais diferentes maneiras. Que cenários futuros estão sendo construídos? Pergunta incômoda, mas que precisa ser feita de forma incessante, pois a perspectiva é que não ouviremos mais os sons das aves e nem de nossas próprias vozes, se continuarmos nessa inoperância diante dos fatos.

Em agosto deste ano, o governo federal lançou a Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Pnapo) – lei nº 7.794. Cláudia Calório, diretora de Extrativismo da Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do Ministério do Meio Ambiente, disse na ocasião, que “Com as ações esperamos reduzir o uso de agrotóxicos e aumentar os índices de conservação da agrobiodiversidade, além de tratar-se de mais um instrumento público que busca construir agenda sustentável para a sociedade brasileira" . Transformar essas diretrizes em realidade é que qualquer cidadão consciente ou inconscientemente deseja. Agora, quando a práxis ocorrerá é que ninguém consegue projetar.

Enquanto isso, as mobilizações ocorrem das mais diferentes formas. O documentário “O Veneno está na Mesa” (https://www.youtube.com/watch?v=8RVAgD44AGg), de Silvio Tendler, é uma das reações que ocorrem por meio das organizações sociais e marca seu espaço em redes sociais.

Décadas de alertas
E ao voltar à iniciativa de Rachel Carson, com “Primavera Silenciosa”, é preciso retornar um pouco mais na história e observar que foi gestada bem antes, desde 1945, quando a bióloga começava a questionar os testes feitos com o produto, em Maryland, nas proximidades de onde morava. Mas apesar das tentativas de publicar um artigo a respeito, houve resistência editorial, para que conseguisse expor o que ocorria à época.

No ano de 1958, mais um fato a revolta: ela se deparou com uma grande mortandade de pássaros, em Cape Cod, em Massassuchets, em decorrência do uso do DDT. Novamente, a tentativa de publicar a respeito foi em vão...Por meio de suas pesquisas, já havia comprovado que o produto havia provocado a morte de espécies importantes locais, como o falcão peregrino e a águia careca. Afinal, o produto era cancerígeno e comprometia a saúde humana.

Ela enfrentou a “artilharia pesada” do mercado, que tentava desqualificá-la como cientista, por sinal, uma das pioneiras também a tratar dos oceanos, com contribuições, como os títulos A Sea Around US (1952) e The Edge of the Sea (1955). Imagino como deve ter sido difícil para Rachel manter a resiliência. Dois anos depois da publicação, ela se calou para sempre, por causa de um câncer, mas a sua contribuição foi tão intensa, que até hoje, provoca respeito e o sentimento da necessidade de se provar que seu trabalho não foi em vão.

Veja também no Blog Cidadãos do Mundo- jornalista Sucena Shkrada Resk:
08/11/2011 - Os eixos da economia sustentável sob o olhar de Ladislau Dowbor
28/10/2011 - Reflexões sobre segurança alimentar & meio ambiente
14/07/2010 - Uma realidade sem agrotóxicos é possível
29/06/2010 - O que comemos?
01/02/2010 - Esp.FSM 2010 - Qual é a nossa conjuntura ambiental?

 

Pesquisar no site

Blog

07/04/2020 14:31

Parte 3: A Covid 19 e os desafios de nossos defensores no front de batalha

Neste Dia Mundial da Saúde (07/04), fica o alerta em defesa de nossos profissionais da área da saúde Por Sucena Shkrada Resk* A batalha contra a Covid-19 está resultando em muitas baixas no front, em todo o mundo. No município de São Paulo, o médico socorrista Paulo Fernando, 56 anos; o enfermeiro...
30/03/2020 10:30

Parte 2: A espiral do novo coronavírus expõe a janela da fragilidade aberta no Antropoceno

Com a pandemia da Covid-19, somos obrigados a descobrir novos caminhos para a humanidade Por Sucena Shkrada Resk* Existem algumas guerras que não são estruturadas com armamentos bélicos e que são tão devastadoras quanto a estes conflitos geopolíticos que têm assolado a humanidade, como a 1ª e 2ª...
10/03/2020 10:36

Um tipo de pressão transversal de obsolescência programada ronda unidades de conservação marinha brasileiras?

Legislação do SNUC pode ser colocada em xeque, se UCs marinhas forem expostas à maior vulnerabilidade  Por Sucena Shkrada Resk* Após duas décadas da criação do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC - LEI 9.985/2000), o Brasil se depara hoje com a possibilidade de...
03/03/2020 16:20

Água: no eixo central nos cenários de conflito no mundo

Por Sucena Shkrada Resk* A água, apesar de ser um direito humano, tem sido menosprezada através dos séculos no planeta. Experiências que exemplificam este extremo são vivenciadas diariamente por meio de conflitos contemporâneos com relação aos recursos hídricos, cada vez mais escassos, em nações...
27/02/2020 13:22

Pela quarta vez, é prorrogado prazo de obrigatoriedade dos Planos Municipais de Saneamento no Brasil

A falta de comprometimento efetivo com a infraestrutura ainda é um desafio na esfera de mais da metade dos governos locais. Novo prazo estabelecido pelo Governo Federal é 31 de dezembro de 2022. Sucena Shkrada Resk* Cumprimento de prazos, eis um “calcanhar de aquiles” na agenda de políticas...
19/02/2020 17:02

Brasil ocupa o primeiro lugar em casos de dengue nas Américas

Cenário exige campanhas permanentes para combater criadouros do vetor Aedes aegypti Por Sucena Shkrada Resk* Quando a pauta é saúde ambiental, o Brasil tem trilhado uma linha tênue e perigosa, nos quesitos precaução, prevenção e efetividade, desde a esfera municipal à federal, quando se trata da...
14/02/2020 10:40

Antártica, 20 graus: o continente gelado emite sinal de alerta

Registro de recorde não é motivo de celebração Por Sucena Shkrada Resk* Nem sempre os recordes são sinais de celebração. O que dizer, então, sobre o registro da temperatura de 20,75 graus C na Ilha Seymour, na Antártica, no último dia 9 de fevereiro? É bom frisar – GRAUS POSITIVOS, no continente...
13/02/2020 16:09

Gafanhotos-do-deserto expõem os extremos da crise climática na África

Situação atual em vários países do continente é avaliada como sem precedentes, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) Por Sucena Shkrada Resk* A palavra “extremo” permite resumir o quadro complexo e caótico que países da África Oriental estão vivenciando desde dezembro do ano passado e que...
12/02/2020 14:28

Adaptação à Mudança do Clima: do papel à ação, uma longa distância

Reflexo de temporal em SP, nesta semana, abre uma discussão importante sobre o papel do planejamento urbano Por Sucena Shkrada Resk*  Vocês já devem ter ouvido dizer pelo menos uma vez que o Brasil é um dos países com maior arcabouço legal na área socioambiental. Isso não quer dizer,...
04/02/2020 12:41

“Eu quero minha história de volta”, diz ex-moradora de Paracatu de Baixo, MG

Desabafo ocorre sobre recordações dos impactos do rompimento de duas barragens de rejeito da Samarco Por Sucena Shkrada Resk*, em Mariana (MG) “Levaram embora nossa história, eu não me sinto feliz”. Com esta frase, M.C.S., 45 anos, antiga moradora da comunidade de Paracatu de Baixo, subdistrito a...
03/02/2020 11:22

Minas Gerais: um recorte sobre os abalos sísmicos e a gestão de riscos

Por Sucena Shkrada Resk* O Brasil tem na casa de 500 abalos sísmicos anualmente e pouca gente tem conhecimento disso. Minas Gerais é um dos estados que historicamente registra os maiores números de terremotos no país (a maioria entre 1 e 4 graus na Escala Richter, que vai até 10 graus), o que é um...
23/01/2020 12:18

Saúde ambiental: estado de alerta mundial para o coronavírus reflete um desequilíbrio ecossistêmico

Por Sucena Shkrada Resk* Maior parte dos registros de casos, até agora, se concentra na China e em outros países asiáticos A Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu um alerta mundial sobre a propagação do coronavírus (2019-nCoV) e instituiu um comitê de emergência com renomados cientistas...
21/01/2020 13:12

Guerra na Síria: todo o peso da expressão “infância roubada” sobre mais de 5 milhões de crianças

Por Sucena Shkrada Resk* Este é um dos exemplos mais cruéis de obstáculos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs), que se multiplica em outras nações no mundo Quando observamos atentamente as consequências dos oito anos e meio da devastadora Guerra na Síria, alguns dos pontos mais...
17/01/2020 13:45

Ana Maria Primavesi: a pioneira semeadora da Agroecologia

Por Sucena Shkrada Resk* A construção da história se tece com ícones. Quando se trata da Agroecologia, a personagem que emerge é da engenheira agrônoma e Doutora em Cultura de Solos e Nutrição Vegetal Ana Maria Primavesi, que partiu para o outro plano, aos 99 anos, no último dia 5 de janeiro,...
16/01/2020 12:49

O Piroceno chegou e agora?

Por Sucena Shkrada Resk* Os incêndios na Austrália são o alerta mais contundente do aquecimento global na atualidade Nem nos longas-metragens mais dramáticos, poderíamos imaginar o roteiro da vida real de incêndios florestais que atingem com mais intensidade até agora especialmente a Austrália,...
15/01/2020 14:59

As mudanças climáticas desenham o cenário de urgência em saúde, na próxima década

Por Sucena Shkrada Resk Inação diante da crise pode ter um preço muito alto, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) A saúde pública é, em última análise, uma escolha política e a crise climática é uma crise de saúde. Esta afirmação ecoa um dos principais alertas em relatório divulgado neste...
20/10/2019 13:49

O ônus da desigualdade no Brasil

Por Sucena Shkrada Resk* Há uma máxima que deve ser respeitada: os fatos não mentem, quando se trata de analisar a desigualdade socioeconômica no Brasil, que inclui a injustiça ambiental. Os percentuais estatísticos se revelam diariamente, nos trazendo a uma realidade gritante: o país está entre os...
24/08/2019 15:16

A carência de uma visão e ação integradas panamazônicas

Artigo nº 761/Podcast 8 – Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk Por Sucena Shkrada Resk* Neste ano de 2019, a evidência de posturas de governanças isolacionistas reacende uma discussão nas entranhas sul-americanas. Vivemos décadas após décadas, a carência de uma visão e ação...
13/08/2019 16:32

#ODS_4: O incentivo à leitura forjado em bibliotecas cidadãs

Atitudes de pessoas comuns fazem a diferença em suas comunidades e municípios e são fonte de inspiração em um país no qual o analfabetismo é ainda um desafio a se superar; são exemplos na busca do Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 4 (ODS-4), na seara da educação   Por Sucena Shkrada...
06/08/2019 14:02

Poluição do ar: um assunto transversal nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU

Análise é feita pelo médico-patologista e pesquisador Paulo Saldiva, diretor do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA/USP), em entrevista especial ao Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk Por Sucena Shkrada Resk* Não é por acaso que o sistema da...

© 2020 Todos os direitos reservados.

Blog Cidadãos do Mundo-jornalista Sucena Shkrada Resk