Mafalda, a COP20, o estado do mundo e do Brasil

03/01/2015 13:42

Exposição - Mafalda, em SP - crédito da foto: Sucena Shkrada ReskTirinha - na Exposição Mafalda, em SP - crédito da foto: Sucena Shkrada ReskExposição - Mafalda - Crédito: Sucena Shkrada Resk
Exposição "O Mundo segundo Mafalda", em cartaz gratuitamente na Praça das Artes, em São Paulo. (Crédito das fotos: Sucena Shkrada Resk)

Por Sucena Shkrada Resk

A eterna Mafalda completou meio século e continua sagaz como sempre. A personagem carismática criada pelo cartunista argentino Quino tem um olhar especial sobre o estado do planeta. De certa forma, a sua leitura se aproxima da natureza de Gaia, por James Lovelock, não acham? Vê a Terra como um organismo vivo, em sua visão holística. A pequena questionadora sinaliza essas preocupações em suas reflexões e se ressente das ações descontroladas e predatórias do ser humano. Descobriu que o velho e o novo se misturam e talvez tenham mudado só de roupagem. Sendo assim, o que será que ela diria, hoje, quanto aos resultados da Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-20), que ocorreu recentemente em Lima, no Peru?

“Ah, que conservadorismo deste modelo desenvolvimentista...O mundo está triste!”. Talvez, essa fosse sua reação diante da decisão tomada pelos representantes dos 195 países. Tantas COPs se passaram e as tônicas das dificuldades são sempre as mesmas, pensaria ela. Quem cede em que e como fica a situação dos países mais vulneráveis? O Protocolo de Kyoto passou, o pós-kyoto é uma colcha de retalhos, o 5º relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas só constatou que os problemas avançam e...se discute o seguinte: quais serão os compromissos assumidos pelas nações para reduzir as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEEs) entre 40% e 70% até 2050, para tentar limitar o aumento da temperatura global a 2 graus Celsius.

Mafalda provavelmente pensaria... “Puxa, esperam a COP-21, na França, para falar que ainda não querem ceder e mudar o modelo de mundo?

E o Brasil, nesta história? Aí, ela ficaria mais pensativa...O país que sedia atualmente a sua exposição itinerante (em São Paulo) foi responsável pela emissão de aproximadamente 1,5 milhão de toneladas de dióxido de carbono equivalente. Isso representou praticamente 8% de aumento em relação a 2012 e foi o maior percentual, desde 2008. E  questionaria – “De onde vêm tantas emissões?” E descobriria que são oriundas de mudança de uso do solo (35%), da energia (30%), do setor agropecuário  (27%), do industrial (6%) e de resíduos (3%).

A pergunta sequente da pequena questionadora seria: “O que está sendo feito para mudar esses resultados?” Quem conseguiria responder com propriedade sobre isso para ela? Difícil dizer quem seria objetivo e sincero. Mas Mafalda já tem alguns indícios que a deixam preocupada. De acordo com que tem observado das adoções do governo brasileiro, o país deverá ser o maior produtor de petróleo, o Código Florestal está afrouxando as áreas de proteção, grande parte das unidades de conservação não tem plano de manejo ou manutenção adequada e a nossa lista de espécies ameaçadas só aumenta. Hoje são 3.286 espécies na lista vermelha. A área de energia renovável e limpa ainda tem poucos investimentos e o equilíbrio da lavoura-pecuária-floresta está longe de ser o retrato da realidade no país.

Com toda esta carga de informação, seria difícil ficar inerte e falaria: “Mas o país mais megadiverso do mundo não tem um ministério do meio ambiente eficiente e respeitado na gestão do Estado, com entrosamento com as demais pastas?” É, Mafalda, esta é uma ótima questão a se fazer...

Veja também no Blog Cidadãos do Mundo, outros artigos que escrevi a respeito do tema:
23/11/2014 - Os resíduos nossos de cada dia no Brasil e a relação com as mudanças climáticas
04/11/2014 - Decisões geopolíticas definem o caminho das mudanças climáticas

29/10/2014 – Especial Biodiversidade Parte 2: declínio de espécies ecoa alerta
16/09/2014 - Especial Desenvolvimento Sustentável (Parte 3): de olho na justiça climática
12/09/2014 - Especial - Desenvolvimento Sustentável: como sair do círculo dos gabinetes?
29/08/2014 - Alerta vermelho ao estado de conservação da biodiversidade costeira e marinha brasileira
07/08/12 - Políticas fragmentadas e mudanças climáticas intensificam crise na África
14/10/2013 - Água: um bem depreciado na sociedade do desperdício

14/01/2013 - Reflexão: a desertificação e o consumo inconsciente
27/08/2012 -No contexto das nove fronteiras
20/08/2012 - Eventos naturais extremos: prevenção no centro da pauta
07/08/2012 - Políticas fragmentadas e mudanças climáticas intensificam crise na África
23/05/2012 - Riomais20 - Como tratará da realidade da África Subsaariana
10/03/12 - Refugiados climáticos: do alerta ao fato
09/11/2011 - Refletindo sobre o Estado do Futuro
04/03/2012 - Pensata - Rio+20: agora é a vez do como
13/01/2012 -Rio+20: O que fazemos com tanta informação?
27/12/2011 - As teias que ligam a COP17 com a Rio+20
10/12/2011 -Relatório de Adaptação do IPCC: será que eles leram
09/11/2011 - Refletindo sobre o Estado do Futuro/Projeto Millennium
07/10/2011 – Russell Mittermeier-p1: foco em conservação das espécies e áreas protegidas
27/09/2011 - Quem quer fazer parte da estatística fatal provocada pela poluição?
13/09/2011 - A Rio+20 sob o olhar de quem esteve na ECO 92
07/08/2011 - O que se fala sobre vulnerabilidade climática (parte 1)
31/07/2011 -  Um diálogo com a Ecosofia
22/07/2011 - Alerta sobre o flagelo africano
28/06/2010  - A relação das APPs e as enchentes nordestinas
01/02/2010 -  Esp.FSM 2010 - Qual é a nossa conjuntura ambiental?
22/12/2009 - Especial COP15: Agora é a vez do panettone
19/12/2009 - Especial COP15 - O desacordo sela encontro
13/12/2009 - Especial COP15 - O balanço dos antagonismos
10/12/2009 - Especial COP15 - Lembrem bem deste nome – Tuvalu
06/12/2009  - Copenhague vira o centro do planeta
29/11/2009 - O caminho da economia verde
22/11/2009 - EIMA7: Como sair na contramão dos rumos das mudanças climáticas?
22/11/2009 - EIMA7: Entrevista: Giovanni Barontini sobre a COP-15
13/09/2009 - Qual 'casa' podemos construir para nós?
18/05/2009 - Especial II FCS - 3 - Um jornalismo mais comprometido
10/12/2008 - DHs: começam pelo princípio de dar dignidade à vida
29/07/2008 - Parte 2 - Plano Nacional de Mudanças Climáticas vai à consulta pública
01/04/2008 - Parte 1 - No caminho da Política Nacional de Mudanças Climáticas
05/09/2007 - As fronteiras das zonas de conflito

*Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk

© 2014 Todos os direitos reservados.

Blog Cidadãos do Mundo-Sucena Shkrada Resk